Coordenadoria de Relações Étnico Raciais
  • COEMA adere à Greve de TAES por melhores condições de trabalho

    Publicado em 05/04/2022 às 12:46

    Atenção !
    Comunicamos que os Servidores da Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades- SAAD, aderiram à Greve de Trabalhadores Técnicos Administrativos em Educação da UFSC.

    Importante! Durante o período de greve, os atendimentos e validações referentes à 1ª chamada dos sistemas de ingresso por cotas será mantido, sendo finalizado no prazo previsto na Portaria de Matrícula. Demais atividades estão suspensas por tempo indeterminado, incluindo atendimento presencial e on-line, atendimentos individuais e coletivos, apoio a coordenações e demais setores da universidade.

    A COEMA/SAAD luta por condições de trabalho digno para o atendimento de qualidade aos estudantes negres, indígenas, quilombolas e de baixa renda, e conta com o apoio da comunidade universitária e sociedade civil para uma universidade mais justa e equânime.

    São Reivindicações deste setor

    1. Condições dignas para o trabalho presencial com salas adequadas que garantam sigilo e acessibilidade aos usuários e trabalhadores;
    2. Espaço físico salubre e coerente com as medidas sanitárias da pandemia do COVID 19 (sem infiltrações e vazamentos, com manutenção de ar-condicionado e ambientes com ventilação);
    3. Criação de setor específico para Validações de Ações Afirmativas com estrutura física, de sistema e de pessoal para o mesmo;
    4. Acesso digno ao Restaurante Universitário com a manutenção do valor atual de R$ 2,90
    5. Reposição Salarial após mais de 07 anos sem ajustes da inflação;
    6. Flexibilização de 30h para ampliação do horário de atendimento do setor (de 7h às 19h).

    Acompanhe a greve pelos canais: Início – SINTUFSC  e SINTUFSC | TAEs/UFSC (@sintufsc) • Fotos e vídeos do Instagram

    Para dúvidas, entre em contato por coema.saad@contato.ufsc.br.

     


  • Vaga para Estudante de Design

    Publicado em 30/03/2022 às 16:39

    A COEMA trabalha pelo fortalecimento das ações de enfrentamento às desigualdades étnico-raciais e sociais de estudantes de graduação e pós-graduação na UFSC. Uma segunda vaga para bolsista está aberta: a bolsa tem por objetivo abrir estágio para estudante de cursos da área do Design para atividade junto à coordenadoria. A vaga é destinada preferencialmente para estudantes negros(as), indígenas ou quilombolas.

    Para participar da seleção, enviar para coema.saad@contato.ufsc.br até dia 10 de abril de 2022. 

    • Histórico Acadêmico
    • Atestado de Matrícula
    • Uma criação própria de um folder digital sobre Visibilidade Quilombola na Universidade

    Os candidatos serão comunicados do resultado da seleção via e-mail até 12 de abril de 2022.

    Serão atribuições do(a) bolsista:

    • produzir materiais gráficos com foco nas ações afirmativas e relações étnico raciais;
    • participar de ações e estudos de enfrentamento ao racismo institucional;
    • colaborar com processos de comunicação das comissões de validação.

    São necessários à/ao bolsista:

    • ser estudante regularmente matriculado em cursos de graduação da UFSC;
    • não ter FI no semestre anterior e possuir IAA igual ou superior a 6;
    • ser estudante de cursos de Design;
    • ter 20h semanais disponíveis para o estágio;
    • preferencialmente fazer uso das Políticas de Ação Afirmativas (reserva de vagas previstas no sistema de ingresso da UFSC);
    • ter interesse no tema das ações afirmativas e relações étnico raciais;
    • ter habilidades com produção de comunicação digital gráfica e escrita.

    Sobre a bolsa:

    • Remuneração mensal: R$ 787,98 (setecentos e oitenta e sete reais e noventa e oito centavos).
    • Vigência da bolsa: dentro do calendário acadêmico de 2022. A partir de 18/04/2022 até 17/12/2022.
    • A bolsa poderá ser renovada, conforme as disponibilidades orçamentárias;
    • Carga horária: 20h semanais de forma híbrida.

    Para demais dúvidas, entrar em contato com: coema.saad@ufsc.br.

     


  • 21 de Março: Dia Internacional do Combate a Discriminação Racial  

    Publicado em 21/03/2022 às 11:38

     

    No dia 21 de março é celebrado o Dia Internacional de Combate à Discriminação Racial. A data foi escolhida pela ONU após o Massacre de Shaperville em 1962, em que tropas do exército da África do Sul atiraram contra uma manifestação pacífica em protesto contra a lei do passe, que proibia a circulação de pessoas negras em certos locais da cidade, marcada pelo Aparthied.

    A data é um marco na luta da comunidade negra contra o racismo estrutural e a discriminação no Brasil, recordando os anos de atuação do movimento negro brasileiro que obteve importantes conquistas e lutas pela inclusão de pautas fundamentais na Assembleia Nacional Constituinte. 

    A discriminação racial é a segregação, distinção ou exclusão de pessoas que tem como base sua cor, raça, ascendência, origem étnica ou nacional. A discriminação é diferente de preconceito, já que, o preconceito é entendido como um pré-julgamento a partir de alguma pessoa, se intitula discriminação quando o preconceito é externalizado na forma de tratamento a alguém. O racismo está diretamente ligado à construção histórica de um país, a negação de direitos a um determinado grupo social. Podemos entender o racismo como a intersecção entre o preconceito e a discriminação. 

    Segundo a ONU, a população negra vivencia diariamente a discriminação racial e enfrenta severas desvantagens em relação a outros brasileiros. Esse tratamento diferenciado tem como fundamentação, pensamentos retrógrados de que existem raças e etnias superiores entre si.

    O combate da discriminação se inicia com as políticas públicas e políticas de ações afirmativas. As principais bases são: informação à população, trabalhos com a mídia de modo a desmistificar estereótipos e preconceitos, produção de um conhecimento e organização da sociedade, com políticas de inserção para a população negra nos demais cenários.

    O dia marcado gera reflexão, não a título de comemoração, mas de despertar, já que as situações de discriminação ainda são pertinentes a grupos privados de acesso a bens e direitos que estão consolidados para todos os seres humanos. É necessário continuar debatendo e denunciando preconceitos, com medidas antirracistas, para que, enfim, a representatividade conquiste o reconhecimento da identidade e reforce o direito de igualdade. 

    ESCUTE! Podcast “Discriminação Racial e a Saúde do Paciente”.

    Sociedade Brasileira para a Qualidade do Cuidado e Segurança do Paciente – Sobrasp estreia a série de podcasts “Pausa pro Café”, com o episódio “Discriminação Racial e a Saúde do Paciente”. Participam Francis Tourinho, secretária de Ações Afirmativas e Diversidades da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e coordenadora do Grupo Temático de Trabalho Equidade e Diversidade da Sobrasp; e Cecília Izidro, integrante do mesmo grupo.

    O podcast estará disponível no dia 21 nas plataformas Spotify, Pocket Casts, Google Podcasts e Anchor.

    [Texto de Luiza Abreu – Estagiaria de Jornalismo-COEMA].

     

    Não basta não ser racista, é preciso ser antirracista.

    Angela Davis 

     

    Para entender mais, acesse os vídeos abaixo.

    Dia Internacional do Combate a Discriminação Racial – Parte 2: O que é discriminação racial? | Escurecendo as Coisas

     https://www.youtube.com/watch?v=jqMujrhhHm0

     

    Por que um dia contra a discriminação racial? | Alê Garcia

    https://www.youtube.com/watch?v=z9cpdrcpu4g

     

    Combate à discriminação racial | Canal Preto

    https://www.youtube.com/watch?v=KvD_AGW3wtI 

     

    Dia Nacional de Combate à Discriminação Racial | Consultoria Fesan

    https://www.youtube.com/watch?v=M88SGz1fv6k

     

    Desigualdade Racial no Brasil – 2 Minutos para entender! | Superinteressante

    https://www.youtube.com/watch?v=ufbZkexu7E0

     

    21 de Março – Dia Internacional contra a Discriminação Racial | Portal Geledés

    21 de Março – Dia Internacional contra a Discriminação Racial – Geledés (geledes.org.br)

     

    Combate ao racismo no atendimento à saúde da população negra | Negrxs50+

    https://negrxs50mais.com.br/2022/03/19/combate-ao-racismo-no-atendimento-a-saude-da-populacao-negra/

     

     

     

     


  • Sistema de Monitoramento de Políticas Étnico-Raciais

    Publicado em 04/03/2022 às 09:49

    Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade e Departamento de Monitoramento de Políticas Étnico-Raciais divulga novo Sistema de Monitoramento de Políticas Étnico-Raciais 

    Proclamado em 21 de fevereiro de 2022, Brasília.

    A Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade e Departamento de Monitoramento de Políticas Étnico-Raciais promulgou OFÍCIO-CIRCULAR Nº 13/2022/GAB.SNPIR/SNPIR/MMFDH, o Sistema de Monitoramento de Políticas Étnico-Raciais — SIMOPE, a plataforma possibilita pesquisa e desenvolvimento de informações para viabilizar informações e levantamentos sobre as políticas públicas que acometem a população negra brasileira e comunidades tradicionais. O SIMOPE é um sistema que disponibiliza, sob a forma de tabelas e gráficos, a evolução histórica de indicadores como presença territorial, escolaridade, renda média, infraestrutura, acesso a programas sociais e a políticas afirmativas, descentralização federativa e execução de projetos. 

    O Sistema, fruto do TED celebrado entre esta Secretaria Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial — SNPIR e a Universidade Federal do Paraná – UFPR, está disponível por meio do link: https://simope.mdh.gov.br/, disponível para toda a população.

    A plataforma reúne informações acerca das Comunicades Quilombolas, Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais, Povos Ciganos, Comunidades de Matriz Africana e Povos de Terreiro, os Pescadores Artesanais, os Ribeirinhos e os Extrativistas. que utilizam o Cadastro Único (CadÚnico), além disso, oferece dados sobre territórios quilombolas e comunidades certificadas, e a distribuição de terras indígenas em território nacional.

    O Sistema também conta com módulos voltados à política de cotas para estudantes no âmbito das instituições federais de educação superior, que apresenta informações relativas ao ingresso, à desistência e à conclusão do ensino superior pelos estudantes que ingressaram nas Universidades e nos Institutos Federais por meio da Lei nº 12.711/2012. São denotados, ainda, dados sobre os diferentes tipos de apoio social recebidos por esses estudantes cotistas, visando a sua permanência na instituição e informações sobre os números totais de matrículas de estudantes pretos, pardos e indígenas, cotistas ou não. 

    Já o SINAPIR, Sistema Nacional de Promoção da Igualdade Racial – SINAPIR, reuniu um módulo inteiramente voltado à participação dos Estados e Municípios, contando com dados do Cadastro Nacional de Órgãos e Conselhos de Promoção da Igualdade Racial – CadPIR. Estão também presentes as informações sobre os Projetos de Promoção Étnico-Racial (Editais de chamada pública, Emendas Parlamentares, Termos de Execução Descentralizada e Projetos de Cooperação Internacional) em execução.

    A SNPIR, por meio desse painel, tem por objetivo apresentar dados e informações para análise e monitoramento das políticas transversais nas áreas de demografia; educação; assistência social; trabalho e renda; e saúde.

    Para melhor navegação, o sistema disponibilizou um “Guia de orientação de uso do SIMOPE”, que contém instruções e dicas de acessibilidade, pode ser acessado em: https://www.gov.br/mdh/pt-br/navegue-por-temas/igualdade-etnicoracial/acoes-e-programas/sistema-de-monitoramento-de-politicas-etnico-raciais-2013-simope.

    Por fim, outra ferramenta de desenvolvimento e consulta a dados e informações com recorte de cor e raça, qual seja o Painel da População Negra, pode ser acessada no link:  

    https://app.powerbi.com/view?r=eyJrIjoiOGMzNmI0YzAtNDkyZS00MT YwLWJkNzgtOTYyNWRkNzI2MTZhIiwidCI6ImZiYTViMTc4LTNhZjEtNDQyMC 05NjZiLWJmNTE2M2U2YjFkYSJ9. 

     


  • Portaria de matrícula para usuários das Ações Afirmativas

    Publicado em 16/02/2022 às 17:42

    A COEMA/SAAD promove no próximo dia 23 de fevereiro às 18h30 uma atividade on-line com participação da Profa Francis Tourinho, Secretária de Ações Afirmativas e Diversidades, e da Assistente Social Juliane Pasqualeto trabalhadora da COEMA/SAAD. O objetivo da atividade é apresentar a Portaria de matrículas 2022/1 no que se refere às validações de renda e será transmitida online pelo Canal de YouTube da SAAD.

    Espera-se que a live colabore para aproximar o acesso do público alvo usuário das Ações Afirmativas dos caminhos institucionais de validação das autodeclarações e matrícula. Será de grande relevância para toda comunidade acadêmica pois trará informações relevantes e responderá principais dúvidas de candidatos aprovados no vestibular mais recente. No chat participantes poderão enviar suas questões.

    As validações das ações afirmativas são processos de trabalho fundamentais para o controle social das políticas e fortalecem uma universidade para todos(as)! Participem e divulguem!

     


  • Curso: Validação da Autodeclaração de Pessoas de Baixa Renda 2022

    Publicado em 07/02/2022 às 14:53

    Estão abertas as inscrições para Capacitação inicial para o trabalho em validações das autodeclarações de renda de candidatos à graduação da UFSC em 2022/01:

    O curso de capacitação básica para processo de validação visa capacitar servidores da UFSC para atuarem como equipes de validação de autodeclaração de renda de candidatos aprovados para cursos de graduação da UFSC em 2022.O Curso é fundamental no processo de fortalecimento das Ações Afirmativas na UFSC, especialmente no que se refere ao controle social da Política de Cotas para pessoas de baixa renda.

    O curso terá como público-alvo técnicos administrativos em educação e docentes da UFSC e carga horária de 20h em formato remoto (síncrono e assíncrono) entre 21 de fevereiro a 03 de março de 2022.

    O conteúdo Programático envolverá os seguintes tópicos: – As Ações Afirmativas na UFSC – O processo de validação de renda na UFSC – A análise de renda – a análise de Recursos. Metodologicamente o curso envolverá: – Aula expositiva dialogada de forma síncrona – Leitura de materiais no moodle, de forma assíncrona – Estudo de caso, de forma síncrona – Entrega de atividade avaliativa, de forma assíncrona

    Inscrições abertas até 14/02/2022 pelo link: http://inscricoes.ufsc.br/validacoes-de-renda-2022-1

    Para mais informações, entre em contato pelo e-mail coema.saad@contato.ufsc.br


  • Seleção Bolsa PIBE 2022 [PRORROGADO]

    Publicado em 01/02/2022 às 16:52

    A Coordenadoria de Relações Étnico Raciais e Mobilidade Social (COEMA) da Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades (SAAD) abre inscrições para estudantes de graduação da UFSC, com matrícula regular, da área de Comunicação.

    A COEMA é uma nova coordenadoria na Secretaria de Ações Afirmativas. Sua função está relacionada com o fortalecimento das ações de enfrentamento às desigualdades étnico-raciais e sociais de estudantes de graduação e pós-graduação na UFSC. A bolsa tem por objetivo abrir estágio para estudante de cursos da área da comunicação para atividades junto à coordenadoria. A vaga é destinada exclusivamente para estudantes que recebem Auxílio Estudantil, ou que passaram por validação de renda ou que fazem parte do grupo racial negro, indígena ou quilombola negros(as), indígenas ou quilombolas.

    Inscrições

    Para participar da seleção, é preciso enviar uma “Carta de Apresentação” e uma proposta de arte gráfica para divulgação de um evento sobre o Mês da Consciência Negra.

    Os dois arquivos devem ser encaminhados para o e-mail: coema.saad@ufsc.br até dia 07 de fevereiro [até dia 09/02/2022!]

    Os candidatos selecionados nesta primeira etapa passarão por entrevista coletiva no dia 8 de fevereiro às 14 horas, e serão comunicados via e-mail.

    O resultado será divulgado até o dia 10 de fevereiro, no site www.coema.saad.ufsc.br.

    Na “carta apresentação” o estudante deve apresentar-se, falar da sua trajetória acadêmica com relação as políticas de ações afirmativas, seu objetivo em realizar o estágio na COEMA e sobre a importância das Ações Afirmativas entre outras informações que avaliar pertinente para a vaga.

    Serão atribuições do(a) bolsista:

    -produzir materiais gráficos com foco nas ações afirmativas e relações étnico raciais;

    -participar de ações e estudos de enfrentamento ao racismo institucional;

    -colaborar com processos de comunicação das comissões de validação;

    -criar estratégias de comunicação digital com estudantes, lideranças e movimentos sociais.

    São necessários à/ao bolsista:

    -ser estudante regularmente matriculado em cursos de graduação da UFSC;

    -não ter FI no semestre anterior e possuir IAA igual ou superior a 6;

    -ser estudante de cursos de Design, Jornalismo, Tecnologias de Informação e Comunicação;

    -ter 20h semanais disponíveis para o estágio;

    -receber auxílio estudantil ou ter passado por validação de renda ou fazer parte do grupo racial negro, indígena ou quilombola;

    -ter interesse no tema das ações afirmativas e relações étnico raciais;

    -ter habilidades com produção de comunicação digital gráfica e escrita.

    Sobre a bolsa:

    Remuneração mensal: R$ 787,98 (setecentos e oitenta e sete reais e noventa e oito centavos).

    Vigência:  31/01/2022 a 25/03/2022;

    A bolsa poderá ser renovada, conforme as disponibilidades orçamentárias;

    Carga horária: 20h semanais, de forma remota.

    Para demais dúvidas, entrar em contato com: coema.saad@ufsc.br.


  • Processo de Seleção de bolsistas para Validação de Autodeclaração Racial e de Renda (2022)

    Publicado em 01/02/2022 às 15:49

    A Coordenadoria de Relações Étnico Raciais e Mobilidade Social (COEMA) da Secretaria de Ações Afirmativas e Diversidades (SAAD) abre inscrições para estudantes de pós graduação da UFSC, com matrícula regular, para compor equipe de apoio nos processos de validação das ações afirmativas – ingresso de estudantes negros/negras, indígenas e quilombolas, e de baixa renda, aprovados para os cursos de graduação da UFSC. Acesse o Edital aqui.

    INSCRIÇÕES [até 09/02]

    As inscrições serão realizadas EXCLUSIVAMENTE por e-mail. O(a) candidato(a) deverá enviar para coema.saad@contato.ufsc.br com assunto “Inscrição Bolsistas PG”, em formato pdf:

    • ANEXO I –  Formulário de Inscrição (assinado);
    • Histórico Escolar da Pós-Graduação;
    • Atestado de matrícula;
    • Autodeclaração de uso de PAA
    • Comprovante de estudo e/ou experiência no tema (a comprovação de estudo e experiência deve ocorrer com documentos que certifiquem as informações do currículo lattes  tais como certificados, declarações, publicações, etc.).

    ———————————————————————————————————————————————————————————————————————————-

    RESULTADO ETAPA 1 [11/02/2022]

    A Coordenadoria de Relações Étnico Raciais e Mobilidade Social publica o resultado da primeira etapa da seleção para bolsistas de Pós Graduação. De acordo com os critérios do edital, foram classificados os(as) candidatos(as):

    MATRÍCULA PONTUAÇÃO
    202004443 5,5
    202001908 8,5
    2021102526 6,0
    201905390 7
    202200390 10
    202002019 09
    202001543 10
    202102330 6,5
    202003950 09
    202200289 5,5
    202101438 8,0
    202004463 8,5
    202100987 10
    202000949 7
    202102917 7,5
    202103489 7,0
    202103125 6,0
    201901138 7,0
    202101865 7,0
    201905541 09
    202104817 7,0
    202106175 8,0
    202103621 7,0
    202102926 7,0
    202100812 8,0
    202000574 9,0
    202104561 8,5
    202000295 8,5
    202105286 10
    202001962 09
    202102325 08
    202104891 09
    202101595 10
    201801760 10

    Para as 05 bolsas iniciais previstas para esta seleção, serão convocados por e-mail os candidatos com melhor pontuação, em ordem decrescente.

    Os demais poderão ser chamados posteriormente, se houver necessidade, com prazo de até 02 anos.

    Retificação 15/02/2022

    O(a) candidato(a) 202104801 obteve a pontuação 08.

    202102926 08

    Retificação 09/02/2022

    O(a) candidato(a) 202104801 obteve a pontuação 07.

    202104801 07

    RESULTADO ETAPA 2 [15/02/2022]

    A Coordenadoria de Relações Étnico Raciais e Mobilidade Social publica o resultado da segunda etapa da seleção para bolsistas de Pós Graduação.

    De acordo com as entrevistas individuais realizadas em 14/02/2022, foram classificados dois grupos de candidatos considerando o perfil de cada um para os dois tipos de validações que demandam o trabalho dos bolsistas.

    Classificados(as) Perfil para Validações de Candidatos de Baixa Renda

    ORDEM DE CLASSIFICAÇÃO MATRÍCULA NOTA ENTREVISTAS

    01

    202001543 10
    02 202001962 08
    03 201905541 08
    04 202104891 08
    05 202002019  08
    06 202101595 06
    07 202000574

    05

     

    Classificados(as) – Perfil para Validações de Candidatos Negros(as)

    ORDEM DE

    CLASSIFICAÇÃO

    MATRÍCULA NOTA ENTREVISTAS
      01 202200390             10
     02 201801760             10
     03 202100987               09
    04  20210586            08
     05 202003950               08

    Retificação 17/02/2022

    O(a) candidato(a) 202000574 obteve a pontuação 06 na Etapa 02.

    202104801 06

     


    RESULTADO FINAL [17/02/2022]

    A Coordenadoria de Relações Étnico Raciais e Mobilidade Social publica o resultado final da seleção para bolsistas de Pós Graduação.

    Considerando as notas das Etapas 01 e 02 e os critérios de desempate previstos no edital, foram classificados candidatos considerando o perfil para o trabalho nos dois tipos de validações que demandam o trabalho dos bolsistas.

    Para validação de renda serão convocados os 04 primeiros colocados e para validação racial será convocado o primeiro colocado. Os demais classificados poderão ser convidados diante da disponibilização de novas bolsas para este processo.As convocações serão feitas por e-mail.

    Classificados(as) Perfil para Validações de Candidatos de Baixa Renda

    Ordem de Classificação Matrícula Nota final
    1 202001543 10
    2        202002019               8,5
    3        202104891 8,5
    4        202001962 8,5
    5       201905541 8,5
    6        202101595 8
    7 202000574 7,5

    Classificados(as) – Perfil para Validações de Candidatos Negros(as)

    Ordem de Classificação  Matrícula          Nota final
                      1  202200390              10
                     2  201801760              10
                     3  202105286               9
                    4  202100987              9,5
                     5  202003950              8,5


     


  • MEC anuncia bolsa permanência 2022

    Publicado em 24/01/2022 às 13:06

    Estão abertas as inscrições para estudantes indígenas e quilombolas no Programa Bolsa Permanência do Ministério da Educação (MEC), durante o período entre 24/01/2022 e 28/02/2022, pelo link: http://sisbp.mec.gov.br. O programa é regido pelas Portarias Nº 42 de 20 de janeiro de 2022 e Nº 389 de 09 de maio de 2013 que devem ser lidos atentamente.

    Foram organizadas algumas orientações gerais da PRAE e SAAD sobre a Bolsa MEC 2022 Acesse as Orientações para Bolsa MEC 2022

    Acesse os documentos necessários para inscrição, abaixo:

    Para ampliação do diálogo e orientação coletiva, faremos um encontro on-line. Participe!!

    No dia 02/02/2022 às 16h, aberto a lideranças, com estudantes, PRAE e SAAD, incluindo todos os campi.

     

     


  • COEMA inicia 2022 com atividade sobre vestibulares específicos

    Publicado em 05/01/2022 às 16:33

    Diante dos novos editais de vagas específicas para indígenas e quilombolas na UFSC para o ano de 2022, a Cooodenadoria de Relações Étnico Raciais e Mobilidade Social (COEMA) promove uma atividade on line de diálogo com estudantes indígenas e quilombolas sobre o edital de vagas suplementares para 2022.

    A atividade tem por objetivo visibilizar a importância dos vestibulares específicos na UFSC, dialogando sobre os detalhes do EDITAL 15/2021/COPERVE com a presença de estudantes indígenas e quilombolas e será transmitida pelo canal do YouTube.

    A atividade contará com a presença de Simoniel Aristites Patté, Thaira Priprá, Jéssica Flávia de Oliveira, Vagner Souza e Luciana Freitas.